Cadeia da carne bovina paraense se reúne para a InterCorte Marabá (PA)

Dono do quinto maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 20 milhões de cabeças, o Pará é o segundo estado a receber uma etapa da InterCorte em 2018. O evento, que esteve em Paragominas (PA) em 2013, escolheu como sede neste ano a cidade de Marabá (PA), que possui expressiva presença na pecuária regional e será casa da InterCorte nos dias 21,22 e 23 de maio, no Carajás Centro de Convenções.

Autoridades e representantes da cadeia da carne participam, no dia 21, da abertura oficial do evento, às 19h, onde será apresentada a Aliança Paraense da Carne – APC e o Programa PECUARIANDO. No dia 22 terá início oworkshop, que terá a participação de especialistas no setor e empresas em palestras e debates sobre temas de relevância para o desenvolvimento da pecuária no Brasil.

Com dois dias de duração, o ciclo de palestras será dividido em quatro blocos com os temas centrais: “Produzir mais”, “Produzir melhor”, “As vantagens da produção responsável” e “Integrar para crescer”.

“As palestras e cases que serão apresentados durante o evento têm como objetivo mostrar aos pecuaristas formas de melhorar a eficiência produtiva das propriedades, pensando sempre em garantir a qualidade e aumentar a lucratividade da pecuária brasileira”, afirma Carla Tuccilio, diretora do Terraviva Eventos, empresa responsável pela realização da InterCorte.

Para o presidente da ACRIPARÁ (Associação de Criadores do Pará), Maurício Fraga, a presença da InterCorte no Pará vem ao encontro dos interesses do setor no estado, que tem investido na união da cadeia em prol da valorização da carne paraense. “Temos dedicado nosso tempo e trabalho na estruturação e união da cadeia da carne no Pará. Acreditamos que com o apoio de todos conseguiremos trabalhar melhor os desafios da cadeia e, além disso, valorizar ainda mais a qualidade da carne paraense”, explica Maurício. “Com a vinda da InterCorte para o nosso estado esperamos evidenciar esse movimento e, principalmente, mostrar a todos os elos da cadeia produtiva a qualidade e o valor do que é produzido aqui”, ressalta.

A etapa da InterCorte em Marabá é uma realização do Terraviva Eventos, da ACRIPARÁ – Associação de Criadores do Pará e UNIEC – União Nacional da Indústria e Empresas da Carne, com o apoio do Governo do Estado, por meio da CODEC – Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará e Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, e da Assembleia Legislativa do Pará.

Feira de negócios

Os participantes do evento ainda poderão conhecer novas tecnologias na feira de negócios, que será realizada em paralelo ao workshop e, que conta com a presença deempresas de referência como a ArystaLifeScience, JBS, Matsuda, Marfrig, Nutron, Ourofino, DSM Tortuga, ABS, Allflex, Bayer, Belgo, BiogénesisBagó, Brutale, Casale, Coimma, Estância Bahia Leilões, GENEX, Germipasto, Multbovinos, Oro Agri, Rodobens, UPL, Alta Genetics, Agroexport, Beckhauser, CRV Lagoa e Pará Fazendas.

Mais informações podem ser obtidas pelo site: http://intercorte.com.br/maraba2018

PROGRAMAÇÃO

Data: 21/05 (segunda-feira)

Horário: 19h

Abertura Oficial

Criação da Aliança Paraense da Carne – APC
Apresentação do Programa PECUARIANDO
Assinatura de Atos do Governo/Assembleia Legislativa
Homenagens Títulos de Cidadania Paraense, Honra ao Mérito
Palavra das autoridades
Encerramento e coquetel de boas vindas
Data: 22/05 (terça-feira)

Bloco 1 – Produzir Mais

8h Boas-Vindas ACRIPARÁ/APC

8h30 Gestão na produção de @ – Luciano Morgan

9h Sanidade: a proteção necessária para a produção de alta performance – Matheus Marinho

9h30 Manejo da fertilidade do solo para alta produtividade – Maurício Bassani

10h INTERVALO

10h30 Case Mafripar Premium Beef – Daniel Freire

11h Não basta produzir mais… – Pedro Veiga

11h30 Case Produtor – Roberto Paulinelli e Washington Mesquita

12h Debate com palestrantes – Mediador: Tobias Ferraz

Bloco 2 – Produzir Melhor

14h Pecuária de Cria: tecnologias para aumentar a quantidade e a qualidade dos bezerros produzidos – Pietro Baruselli

14h40 Como agregar valor na cadeia de produção de carne com a utilização das tecnologias no sistema de cria – Luciano Penteado

15h20 Genética: um investimento programado e de alto retorno – Gabriela Peixoto

15h50 INTERVALO

16h30 Resultados superiores através de uma genética de qualidade – Juliana Ferragute

17h Biotipo e Conformação Animal influenciando na produtividade – Hilario Ferrari

17h30 Case 1953 – Fabio Dias

18h Debate com palestrantes – Mediador: Tobias Ferraz

20h BEEF HOUR

Data: 23/05 (quarta-feira)

Bloco 3 – As Vantagens da Produção Responsável

8h Manejo para intensificação de pastagem na Pecuária de Corte – Walter Ribeiro

8h30 A municipalização do licenciamento ambiental rural – Rubens Borges Sampaio e Paulo Rogerio de Almeida

9h A visão do Ministério Público – Daniel Cesar Azeredo Avelino

9h30 Programa de Regularização Ambiental e Compensação de Reserva Legal – Thales Belo

10h INTERVALO

10h30 Os Pilares da Pecuária Sustentável – Adriano Pascoa

11h A importância da representatividade nas questões da legislação ambiental – Jordan Timo

11h30 Aspectos jurídicos da regularização ambiental – Samanta Pineda

12h Debate com palestrantes – Mediador: Tobias Ferraz

Bloco 4 – Integrar para Crescer

14h ACRIPARÁ – O Pecuarista do Pará como protagonista dos desafios do setor – Maurício Fraga Filho

14h30 A história do associativismo no Mato Grosso – Amado de Oliveira Filho

15h Pecuária: Quem manda da porteira para fora? – Maurício Veloso

15h30 INTERVALO

16h A Aliança Paraense da Carne e a Integração da Cadeia Produtiva da Pecuária – Francisco Victer

16h30 Ações da CNA em prol da Pecuária de Corte – Antônio de Salvo

17h GPB – Produtores unidos na busca do melhor caminho – Oswaldo Furlan Junor

17h30 Case Pecuária Verde – Mauro Lúcio

18h Debate com palestrantes – Mediador: Tobias Ferraz

 

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Uma opinião sobre “Cadeia da carne bovina paraense se reúne para a InterCorte Marabá (PA)”

  • Mário Moreira - 21/05/2018

    Parabéns a todos que organizaram esse importante evento. Precisamos melhorar nossa produtividade e passa pelo incentivo e conhecimento.
    Parabéns amigo Francisco Victer

Os comentários estão encerrados.


ou utilize o Facebook para comentar