Categories: Marketing da Carne

Brasil participa da SIAL Middle East 2019 nos Emirados Árabes

Começou nesta segunda-feira (9) em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, a feira SIAL Middle East 2019, que vai até o dia 11 de dezembro. O Brasil participa, pelo terceiro ano consecutivo, com um pavilhão e ações paralelas, frutos da parceria entre Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministério das Relações Exteriores (MRE) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

O estande ocupa uma área de 108 m² e dá apoio a 15 empresas dos mais variados segmentos do setor de alimentos e bebidas. As empresas brasileiras contam com uma estrutura completa, com mobiliário adequado para promoção de seus produtos, assistente de cozinha para preparação de alimentos para degustação, garçom, recepcionistas bilíngues e catálogo institucional.

Neste ano, o Pavilhão do Brasil apresenta duas novidades. Para promoção e degustação dos produtos brasileiros, na cozinha show estão sendo preparados pratos com ingredientes provenientes dos expositores. Além disso, em coordenação com o Escritório de Negócios da Apex-Brasil em Dubai, os expositores participaram de seminário sobre o mercado local e as potencialidades na região, peculiaridades e formas de acesso.

Pavilhão do Brasil na SIAL Middle East 2019. Divulgação/Mapa

No dia 12, após o término da feira, duas visitas técnicas incluirão oportunidades para o setor de cafés, que está presente no estande com cinco empresas, e visitas a redes de supermercado e distribuição.

Na edição do ano passado, a feira reuniu mais de 20 mil visitantes, mil expositores e 42 países. O evento conta com ampla oferta de produtos alimentícios como carnes, café, frutas, lanches, produtos congelados, pastas, condimentos, pães, doces, chocolates, queijos e etc. Ressalte-se que o evento é importante ponto de encontro para compradores de todo o Oriente Médio.

O perfil dos participantes da feira inclui produtores, importadores, exportadores, atacadistas e varejistas, bem como empresas do setor de processamento. A feira também tem eventos culinários e seminários, além de organizar um programa para compradores convidados e agenda de reuniões com importadores selecionados.

Fonte: Mapa.

This post was last modified on 10 de dezembro de 2019 11:26

Share
Published by
Equipe BeefPoint

Recent Posts

Por que lucratividade é muito mais importante do que produtividade na sua fazenda?

Por que é tão importante falar de lucratividade versus produtividade? A primeira coisa é: são dados reais! Existem poucos bancos… Read More

28 de janeiro de 2020

Efeito do coronavírus no consumo de carne: “O que está acontecendo não é bom”, diz empresário uruguaio

O surto do coronavírus está alarmando o mundo, especialmente a China e outros países da Ásia, e está causando um… Read More

28 de janeiro de 2020

EUA: Futuros de gado caem em meio a temores de coronavírus

Na sexta-feira, o futuro dos bovinos vivos e para engorda dos EUA atingiu seus preços mais baixos em meses, em… Read More

28 de janeiro de 2020

Fogo na Austrália e peste suína africana devem favorecer carne brasileira

Os incêndios na Austrália afetam a produção de carnes no país, o que deve abrir espaço para novo salto de… Read More

28 de janeiro de 2020

Mapa faz esclarecimentos sobre coronavírus

Diante da emergência do vírus identificado na China em dezembro de 2019 – Coronavírus e já detectado em vários países,… Read More

28 de janeiro de 2020

Serviço de Inspeção Federal completa 105 anos

Responsável por assegurar a qualidade de produtos de origem animal, comestíveis e não comestíveis, destinados ao mercado interno e externo,… Read More

28 de janeiro de 2020

Assista Aula Grátis "As 7 Estratégias do Lucro em Fazendas"

Quero Assistir