Categories: Giro do Boi

Brasil e Paraguai fecham acordo para fortalecer controle sanitário na fronteira

Brasil e Paraguai firmaram nesta terça-feira (9) um memorando de entendimento sobre temas na área sanitária animal e vegetal. O assunto foi tratado em encontro da ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) com o ministro da Agricultura paraguaio, Denis Lichi, em Assunção.

Segundo a ministra, o memorando trata de temas como vazio sanitário, uso de defensivos agrícolas, época de plantio de soja e a construção de um banco de vacinas público de aftosa entre os dois países.

“Tratamos de assuntos de interesse entre os dois países na área sanitária animal e vegetal visando os mercados que temos em conjunto e que poderemos aumentar essa abertura de mercado entre os nossos países”, disse. Segundo ela, a cada três ou quatro meses haverá uma reunião conjunta entre os dois países para avançar nesses temas.

Fronteiras

Para o secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, José Guilherme Leal, os acordos reforçam o controle nas fronteiras. “Isso dá mais credibilidade e segurança aos pecuaristas em relação aos seus rebanhos e respaldo no mercado internacional, pelo reforço integrado dos dois países”, afirmou o secretário, após a reunião.

Segundo ele, o reforço acertado envolve questões sanitárias em cadeias muito importantes, como a pecuária de corte. “E, na área vegetal, o foco é na cadeira produtiva da soja, no controle da ferrugem asiática. Vai permitir maior eficiência do nosso serviço sanitário”, explicou.

O secretário observou que o acordo traz benefícios aos produtores, melhorando o controle das doenças animais e as pragas vegetais. “Também nos fortalece do ponto de vista das exportações. O serviço sanitário dos dois países mais forte nos dá condições para ampliar o mercado nesse momento importante em que o Mercosul fechou acordo com a União Europeia”.

Também é favorecido, disse Leal, o comércio bilateral, “com as medidas de controle integrado das aduanas e outras medidas adicionais de desburocratização, para controle efetivo, mas dando um fluxo maior das mercadorias de parte a parte”.

O secretário de Política Agrícola do Ministério, Eduardo Sampaio Marques, comentou ser “muito importante coordenar com o Paraguai o calendário de plantio, especificamente de soja”, para o controle de pragas. Também participou da reunião o secretário de Comércio e Relações Internacionais, Orlando Ribeiro.

Fonte: Mapa.

This post was last modified on 10 de julho de 2019 7:58

Share
Published by
Equipe BeefPoint
Tags: paraguai

Recent Posts

Depois do AgroTalento, conheço meu faturamento e meus custos

Tarso Lang é natural de Santiago e é engenheiro agrícola.. Sua fazenda se localiza no município de Itacurubi. Sua relação… Read More

19 de fevereiro de 2020

Minerva Foods lucrou R$ 243 milhões no quarto trimestre

Impulsionada pela forte demanda asiática - especialmente da China -, a Minerva Foods reportou ontem um lucro líquido de R$… Read More

19 de fevereiro de 2020

Relatório do INAC mostrou que 18 de 25 frigoríficos uruguaios tiveram perdas em 2019

Em uma reunião tripartida realizada quinta-feira entre a indústria frigorífica e a Federação dos Trabalhadores da Carne e Afins (Foica),… Read More

19 de fevereiro de 2020

Crescente comércio de carne bovina da América do Sul tropeça por coronavírus

Os exportadores de carne da América do Sul, entre os maiores beneficiários de uma doença que mata porcos na China,… Read More

19 de fevereiro de 2020

Maturatta Friboi protagoniza churrasco que entra para o Guinness Book

Vinte e três mil porções de carne bovina servidas em oito horas. Essa é a marca que levou o BBQ… Read More

19 de fevereiro de 2020

JBS anuncia acordo para aquisição da Empire Packing nos Estados Unidos

A JBS S.A. comunicou que sua subsidiária indireta JBS USA celebrou um acordo de aquisição de participação acionária com a… Read More

19 de fevereiro de 2020