CEPEA: Queda no preço do bezerro favorece relação de troca ao terminador
23 de junho de 2022
IGC volta a prever queda na produção global de grãos em 2022/23
24 de junho de 2022

Biogénesis Bagó traz ao Brasil teste de doença que provoca abortos nas vacas

A Biogénesis Bagó distribuirá no Brasil, com exclusividade, os testes rápidos de prenhez e diarreia viral bovina desenvolvidos pela empresa americana de diagnósticos veterinários IDEXX. A companhia argentina vai vender os testes para veterinários e técnicos por meio de revendas parceiras que estão distribuídas por 70% do território brasileiro e também diretamente aos produtores de corte e leite.

Detectada pela primeira vez na década de 1940 e presente em todo o país, a diarreia viral bovina (BVD, na sigla em inglês) provoca abortos nas vacas, principalmente no primeiro trimestre de gestação, além de infertilidade, defeitos congênitos, atraso no desenvolvimento dos animais e, em casos mais severos, a morte de fêmeas e crias. A doença reduz a produção de leite porque aumenta o intervalo entre os partos.

“O principal desafio é localizar os chamados PI, animais permanente infectados, que parecem sadios, sem sintomas, mas que possuem o vírus e contaminam o restante da propriedade. É preciso retirá-los da fazenda, e o teste laboratorial é demorado, exige extrair sangue e leva alguns dias”, afirma o gerente da Biogénesis no Brasil, Marcelo Bulman.

O público-alvo são pequenos e médios criadores, especialmente produtores de leite, que têm mais dificuldade de acesso a assistência técnica, afirma ele. Segundo o Censo Agropecuário de 2017, os pequenos e médios produtores detêm 35% do rebanho bovino no Brasil e são responsáveis por mais de 60% da produção nacional de leite.

A Biogénesis Bagó prevê crescer 18% no mercado brasileiro neste ano. Em 2021, o faturamento da companhia no país aumentou 30%, para R$ 250 milhões.

Fonte: Valor Econômico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.