Categories: Giro do Boi

Austrália negocia exportação de gado vivo no Oriente Médio

O ministro da Agricultura, Pesca e Silvicultura da Austrália, Warren Truss, viajará em um missão para Emirados Árabes Unidos, Eritrea, Kuwait, Arábia Saudita e Jordânia nesta semana para negociar as exportações de animais vivos da Austrália ao Oriente Médio.

Falando em Portland, Victoria, após uma inspeção de estabelecimentos de exportação de animais da região, Truss disse que seus planos são de se reunir com os negociadores dos Emirados Árabes Unidos e do Kuwait para agradecer por seus esforços em assinar o recente Memorando de Entendimento sobre o comércio de animais vivos. Ele disse também que memorandos similares estão sendo negociados com outros países do Oriente Médio e da África.

“Eu também vou me reunir com o ministro da Agricultura da Arábia Saudita, Fahad bin Abdulrahman Balghunaim, para discutir a finalização de um Memorando de Entendimento similar. Essas negociações estão em estágios finais e a possibilidade da retomada das exportações de animais vivos fornecerá um impulso significante na indústria de A$ 700 milhões (US$ 545,95 milhões) da Austrália”.

Truss disse que o memorando com a Arábia Saudita precisará incluir garantias de que, caso haja alguma disputa com relação ao carregamento, os animais serão descarregados em estabelecimentos de quarentena enquanto os assuntos são resolvidos.

“Uma alta prioridade de minha visita será avançar nas negociações com outros parceiros comerciais na região e trabalhar sobre as iniciativas da Austrália para melhorar o bem-estar animal no comércio de exportação de animais ao Oriente Médio”.

“Estou ansioso pela reunião com o ministro da Agricultura da Jordânia, Yousef Shreiqi, e pela oportunidade de a Austrália delinear esforços para melhorar a segurança na cadeia de fornecimento de exportações de animais vivos e nossa resolução de nos manter como um fornecedor competitivo de carnes e animais vivos”.

Truss também viajará para Eritrea para se encontrar com o ministro da Agricultura, Arefaine Berhe, que visitou a Austrália no final de agosto de 2004.

“A relação entre os setores agrícolas da Austrália e da Eritrea se desenvolveu significantemente após a aceitação pelo país dos animais a bordo do MV Cormo Express em 2003. Ambos os países têm climas similares e a Austrália tem uma grande experiência que pode ajudar a Eritrea a lidar com sucesso com os desafios da seca”.

Fonte: MeatNews.com, adaptado por Equipe BeefPoint

This post was published on 27 de abril de 2005

Share

Recent Posts

Chegou a sua chance de mudar o jogo da fazenda

Se você quer… 📍 Ter uma fazenda com mais lucro, satisfação, reconhecimento com mais harmonia.… Read More

5 de março de 2021

Uruguai: INAC considera exportar para países do Sudeste Asiático

O Instituto Nacional de Carnes (INAC) do Uruguai está explorando a possibilidade de facilitar exportações… Read More

5 de março de 2021

Senador dos EUA proporá lei que impede importação de commodities associadas a desmatamento

Os Estados Unidos deverão discutir em breve um projeto de lei para impedir que o… Read More

5 de março de 2021

Votação na Suíça pode definir peso de exigências ambientais

Pela primeira vez os suíços vão votar sobre um acordo comercial. A consulta popular a… Read More

5 de março de 2021

Rastrear fornecedores indiretos de gado demanda ‘várias engrenagens’, diz membro do comitê de sustentabilidade da Marfrig

O rastreamento dos fornecedores indiretos de gado dos frigoríficos para zerar o desmatamento nessa parcela… Read More

5 de março de 2021

Nova cepa de peste suína africana na China preocupa analistas

Uma nova cepa do vírus causador da peste suína africana (ASF) identificada na China tem… Read More

5 de março de 2021