PIB do agro deverá crescer 2,6% em 2021, prevê Ipea
23 de junho de 2021
China está perto de recuperar todo o seu rebanho suíno, diz governo
23 de junho de 2021

Argentina retoma embarques de carne bovina com cotas a frigoríficos

A Argentina anunciou nesta terça-feira a reabertura das exportações de carne bovina no país. Na retomada, cada frigorífico poderá vender ao exterior, no máximo, 50% do volume médio mensal embarcado em 2020. As cotas valerão até o dia 31 de agosto, segundo informações da agência estatal Télam. 

Segundo o governo, o sistema de cotas visa a conter a inflação dos alimentos no país. Além disso, até 31 de dezembro, os frigoríficos não poderão exportar cortes que são populares no país, como paleta, matambre e vazio, explicou o ministro do Desenvolvimento Produtivo da Argentina, Matías Kulfas. 

As mudanças desagradaram ao setor produtivo. De acordo com o jornal argentino “La Nacion”, a Mesa de Enlace, que reúne as principais entidades agrícolas do país, teria expressado sua insatisfação ao presidente Alberto Fernández sobre a decisão de limitar cortes e volumes exportados. 

O governo argentino prometeu apresentar, em até 30 dias, um plano para aumentar a produção de carne bovina dos atuais 3,2 milhões de toneladas para 5 milhões de toneladas anuais. Também foi anunciada a prorrogação de um acordo para a venda de cortes a preços acessíveis, que se estenderá a todos os dias da semana a valores que, em alguns produtos, serão até 45% inferiores aos valores atuais. 

O anúncio desta terça põe fim à suspensão dos embarques de carne bovina na Argentina, quinto maior exportador global da proteína. O embargo foi imposto no dia 20 de maio e durou pouco mais de um mês.

Fonte: Valor Econômico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *