Categories: Giro do Boi

Arantes: credores aprovam novo plano

Credores do Grupo Arantes aprovaram ontem, em São José do Rio Preto (SP), um novo plano de recuperação judicial, que prevê a redução em quase 90% da dívida da companhia – de R$ 1,1 bilhão para um valor entre R$ 120 milhões e R$ 150 milhões. O dinheiro virá da venda em até dez anos de todos os ativos do grupo.

O pagamento dos credores será feito com a negociação de algumas unidades do Arantes e a criação da Nova Arantes. Essa empresa ficará com os principais ativos do grupo. A Nova Arantes terá dez anos para contribuir no pagamento de credores com seu lucro e também será obrigatoriamente vendida ao final do prazo.

O plano prevê que a receita imediata para o pagamento de credores virá da venda, por meio de leilão judicial, de um imóvel em Belo Horizonte e de uma planta industrial em Unaí (MG). Também serão vendidas as unidades de bovinos de Cachoeira Alta (GO), de congelados em Canarana (MT) e de frangos da marca Sertanejo, com sede em Guapiaçu (SP).

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo, resumidas e adaptadas pela Equipe BeefPoint.

This post was published on 21 de janeiro de 2011

Share

View Comments

  • A lei de falêcias brasileira incentiva o calote, permitindo que empresários se utilizem dela para dar prejuízo à milhares de fornecedores, empregados e até mesmo aos cofres públicos. A justiça não deveria permitir essas armações jurídicas que vemos hoje em praticamente todas as recuperações judiciais que estão em andamento, subretudo as de empresas frigoríficas.

    Pouquíssimas, ou quase nenhuma, das que estão em recuperação judicial estão operando hoje. Algumas alugaram suas unidades de produção, outras fecharam as industrias porque perderam credibilidade em razão de não cumprirem o plano e assim seguem sem pagar ninguem, protegidos pela lei.

    A maioria não irá se recuperar nunca mais, e não acredito que a justiça não enxergue isso. Neste caso do Arante, por exemplo, onde estamos vendo justiça aquí?

    Veririfquem que os donos das empresas estão vivendo confortavelmente sem se preocupar com as dificuldades que impuseram aos credores.

  • Gostaria de saber sobre a atual situação do Grupo Arantes, em relação aos credores aqui em POntes e Lacerda.

Recent Posts

Uruguai estuda protocolo para incluir gado terminado com grãos na Cota Hilton

Membros do setor privado uruguaio e do Poder Executivo estão estudando a possibilidade de solicitar… Read More

8 de julho de 2020

Produção de grãos no país deve chegar a 251,4 milhões de toneladas impulsionada pela colheita de milho e soja

A produção brasileira de grãos deverá ser de 251,4 milhões de toneladas na safra 2019/2020.… Read More

8 de julho de 2020

Exportação de carne bovina dos EUA atinge em maio menor nível mensal em 10 anos

As exportações de carne bovina e suína dos Estados Unidos caíram em maio, refletindo, em… Read More

8 de julho de 2020

Marfrig lança programa de apoio a pequenos restaurantes

A brasileira Marfrig, segunda maior indústria de carne bovina do mundo, lançou hoje um programa… Read More

8 de julho de 2020

Inmet emite alerta vermelho para chuvas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um aviso vermelho (grande perigo) para acumulado de… Read More

8 de julho de 2020