Categories: Giro do Boi

Acordo de comércio de carne bovina EUA-UE passa no Parlamento Europeu

Os produtores americanos tiveram um bem-sucedido Dia de Ação de Graças após a aprovação do Parlamento Europeu de um acordo comercial entre os dois mercados para aumentar a participação nas cotas de carne bovina sem hormônios.

O Parlamento Europeu votou por 457 a 140, com 71 abstenções, a favor de permitir aos EUA uma parcela maior das 45.000 toneladas existentes a partir de 2020.

Com essa aprovação, os EUA poderão quase triplicar suas exportações anuais isentas de impostos de carne bovina não hormonal para a UE nos próximos sete anos. Os produtores americanos terão uma cota inicial de tarifa isenta de impostos (TRQ) de 18.500 toneladas por ano, avaliada em aproximadamente US $ 220 milhões.

Em sete anos, o TRQ crescerá para 35.000 toneladas métricas por ano, avaliadas em aproximadamente US $ 420 milhões. O acordo atual limita as exportações de carne bovina com isenção de impostos dos EUA para a UE a aproximadamente 13.000 toneladas por ano, avaliadas em aproximadamente US $ 150 milhões.

Tudo o que resta é que cada governo da UE aprove o acordo.

O presidente e CEO da Federação de Exportação de Carne dos EUA, Dan Halstrom, disse: “A aprovação do Parlamento Europeu mantém esse acordo no caminho da implementação no início de 2020, o que é uma excelente notícia para a indústria de carne bovina dos EUA e nossos clientes na Europa. A falta de capacidade na cota com isenção de impostos tem sido motivo de frustração em ambos os lados do Atlântico, e uma parcela específica da cota nos EUA ajudará a garantir que a carne bovina dos EUA possa entrar no mercado europeu 52 semanas por ano, sem demora ou interrupção.

“A União Europeia é um dos destinos de maior valor no mundo para a carne bovina dos EUA, e o acesso consistente não só beneficiará os produtores e exportadores dos EUA, mas também importadores europeus e sua clientela. A USMEF agradece ao USTR e ao USDA por negociarem esse acordo e garantirem sua aprovação, o que reforçará os esforços da indústria americana para expandir a base de clientes europeus de carne bovina dos EUA.

Fonte: GlobalMeatNews.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

This post was published on 2 de dezembro de 2019

Share
Published by
Equipe BeefPoint
Tags: euaUE

Recent Posts

Mercado de carne de frango tem Recuperação frágil após tempestade Covid-19, diz Rabobank

A indústria avícola global está se recuperando gradualmente de uma tempestade que ocorreu no primeiro… Read More

7 de julho de 2020

Teste rápido é inútil para conter a covid-19 dentro de frigoríficos

Sob escrutínio das autoridades devido à propagação da covid-19 entre funcionários, os frigoríficos brasileiros podem… Read More

7 de julho de 2020

Brasil cobra do Japão abertura de mercado para carne e melão

O Brasil e vários outros países cobraram do Japão, mais uma vez, maior abertura de… Read More

7 de julho de 2020

Boi: 50% dos pecuaristas podem deixar a atividade até 2040, diz Embrapa

Um dos pilares do agronegócio brasileiro, a cadeia da pecuária de corte movimentou o correspondente… Read More

7 de julho de 2020

Exportação de carne bovina bate recorde

As exportações brasileiras de carne bovina (in natura e processada) somaram 172,36 mil toneladas em… Read More

7 de julho de 2020