Abiec encerra participação em Anuga com US$ 2 bilhões em negócios

A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), finalizou sua participação na edição 2019 de Anuga, com ritmo de negócios aquecidos para a carne brasileira. Um dos principais eventos do setor de alimentos no mundo, a feira foi encerrada no último dia 09 de outubro, na cidade de Colônia, Alemanha, com total de US$ 2,3 bilhões de negócios firmados.

A participação brasileira contou com a presença de 19 empresas associadas – Agra, Astra, Barra Mansa, Cooperfrigu, Frigoestrela, Frigol, Frigon, Frigosul, Frigotil, Frisa, Iguatemi, JBS, Marfrig, Masterboi, Mataboi, Mercurio, Minerva, Naturafrig e Rio Maria. “Podemos constatar um bom momento para a carne brasileira no mercado internacional, com uma participação positiva em uma região tão representativa que é a Europa”, avalia o presidente da Abiec, Antônio Jorge Camardelli.

Com a já tradicional degustação que serviu mais de 1 tonelada de carne brasileira durante os cinco dias de evento, o estande Brazilian Beef recebeu visitas importantes como a da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, além do embaixador brasileiro na Alemanha, Roberto Jaguaribe Gomes de Mattos e o presidente da Apex-Brasil, Sergio Ricardo Segovia Barbosa, que aproveitaram o encontro para debater oportunidades e desafios para o produto brasileiro. “É sempre uma ótima oportunidade de identificar onde podemos atuar para fortalecer a nossa carne nos principais mercados”, ressaltou Camardelli.

A Europa é um dos mercados mais importantes do Brasil e responde por 9% das exportações. Em 2018 o Brasil exportou quase 119 mil toneladas de carne para o continente, com receita de USD 728 milhões. De janeiro a agosto deste ano, já foram embarcadas 67 mil toneladas de carne bovina, com faturamento USD 385 milhões. “A Europa é um mercado importante e exigente. E a feira é uma ótima oportunidade para mostrar toda a qualidade e controle da carne bovina brasileira”, afirma Camardelli.

Fonte: Abiec.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar