O treinamento que todo produtor precisa assistir, online e gratuito!
17 de dezembro de 2021
JBS conclui aquisição da australiana Rivalea, de carne suína
10 de janeiro de 2022

A tecnologia como aliada das fazendas de sucesso

A pecuária de corte representa cerca de 10% do PIB do agronegócio brasileiro e segundo dados da ABIEC 2020, a produção de carne bovina é responsável pela manutenção de, no mínimo, 4,5 milhões de empregos.

Apesar desta representatividade, a cadeia produtiva de carne bovina precisa ganhar em competitividade e melhorar sua eficiência, buscando tecnificação e profissionalização do setor.

Muitos produtores ainda se perguntam: Qual o primeiro passo para minha fazenda ser profissional e mais lucrativa? Quem respondeu essa questão foi o CEO da BeefPoint e do AgroTalento, Miguel Cavalcanti. Durante o lançamento do aplicativo Bovitech Salga, realizado em 29 de novembro em Cuiabá, o executivo falou sobre o tema “Pecuária de corte: quem tem passado tem futuro – Empreendedorismo, gestão e liderança”. Em sua narrativa, Cavalcanti fez um panorama do mercado, apresentando sete passos para empreender com sucesso na pecuária.

Um ponto importante ressaltado por ele é que a pecuária de corte é uma atividade complexa, multifatorial e multianual, “o que você faz esse ano, reflete ano que vem e no próximo ano”.

“Quando se faz a gestão financeira da fazenda, demora um ano para você ter os primeiros resultados, se fizer tudo certinho. Um ano em pecuária é pouco tempo, mas para você começar um projeto e ver o resultado, parece que é tempo demais, então você tem que pensar em iniciativas que você consiga ver o resultado mais rápido”, afirma ele.

Assuntos relacionados a nutrição, manejo e sanidade são constantemente discutidos entre produtores e técnicos, mas pouca atenção é voltada para capacitação e treinamento dos funcionários da fazenda.

É importante lembrar que os colaboradores estão inseridos na rotina de trabalho da propriedade, sendo fundamental aprimorar os seus conhecimentos e habilidades. O funcionário que recebe treinamento e capacitação tende a desenvolver um maior comprometimento em alcançar as metas estabelecidas e maior motivação no trabalho, impactando positivamente nos resultados da rentabilidade da fazenda.

Além disso, estamos vivendo a era da “Pecuária 4.0”, embasada no conceito alemão da Revolução 4.0, para designar a “quarta era industrial” do mundo, voltado para o uso de tecnologias.

As inovações digitais chegam às fazendas de corte, substituindo as anotações no papel, por práticas tecnológicas como por exemplo o uso de aplicativos, que permite lançamentos a campo, mesmo sem conexão com a internet. Assim, novas tecnologias surgem nas fazendas, como forma de auxiliar o pecuarista e seus colaboradores na profissionalização do negócio, tornando os processos mais ágeis, e contribuindo para uma pecuária de corte cada vez mais lucrativa.

Como a Pecuária 4.0 tem alterado o dia-a-dia nas fazendas, tornando a vida dos produtores mais fácil e a atividade mais rentável?

A transformação digital na fazenda

A gestão mais estratégica da fazenda, através da utilização de técnicas de manejo apoiadas no uso de tecnologias, permite que o pecuarista simplifique as rotinas da “porteira para dentro”, otimizando o tempo e facilitando a tomada de decisão.

A suplementação a pasto, por exemplo, pode representar até 50% da @ produzida e, seja na seca ou nas águas, deve ser planejada, com uma meta definida, para estabelecer a estratégia de suplementação que permitirá chegar ao resultado esperado.

Porém, na maioria das vezes, este planejamento é mal executado. É preciso garantir que o suplemento esteja no cocho. Além disso, os ruminantes gostam de rotina e a salga mal realizada pode impactar no hábito de pastejo do animal, sendo fundamental gerenciar a operação de salga.

O Bovitech Salga é um aplicativo de fácil utilização, e que permite, via celular, um controle real da suplementação a pasto. Ele foi desenhado para o gestor cuidar dos custos e do desempenho dos animais, gerando informações precisas para impulsionar o potencial produtivo do rebanho.

Do mesmo modo, o aplicativo para o colaborador também é simples e auxilia o operador a fazer a reposição dos produtos no cocho, facilitando as operações de suplementação a pasto.

Para acompanhar a live na íntegra e assistir a outras palestras como da Lygia  Pimentel e Vilson Simon, acesse a página do evento: https://webinar.bovitech.com.br/lancamento_salga

Fonte: Bovitech.

Os comentários estão encerrados.