Categories: AgroTalento

2 maneiras de identificar os falsos profetas da lucratividade

Falsos profetas são aqueles que não vivem a lucratividade na realidade, mas fala disso de vez em quando. Como identificar os falsos profetas da lucratividade? Existem dois fatores que o ajudam a identificar facilmente esses falsos profetas.

Como você identifica quem realmente está focado na lucratividade e quem está falando apenas para ficar bonito na conversa? Você precisa prestar atenção no que a pessoa efetivamente fala. Inicialmente, a pessoa diz que vai mostrar um estudo de caso de uma fazenda focada em lucratividade. Porém, depois disso, em todo o resto da conversa, o falso profeta da lucratividade fala de tecnologia, de produtividade, de variedade, de uma série de coisas técnicas de produção. Isso não tem nada de errado, mas não é lucro.

As pessoas que estão focadas na produtividade darão muitos detalhes sobre produtividade, tecnologia, produção, variedades, alternativas, métodos e sistemas de produção. Vão falar muito sobre isso, dando muitos detalhes. Mas vão falar muito superficialmente sobre lucratividade.

O ponto chave não é se na conversa da pessoa aparece a palavra lucro, mas sim, quantos por cento da conversa é sobre e lucro e quantos por cento é sobre produtividade.

Essa é até uma pergunta para você pensar sobre você mesmo: o que você fala com detalhes? Se você ainda não fala com detalhes sobre o lucro, seja bem vindo ao time de 99% dos produtores brasileiros e seja bem vindo ao grupo de pessoas que a gente quer ajudar a ter um negócio sustentável e com margem.

A segunda maneira de você perceber se alguém é falso profeta da lucratividade é perguntar: qual é seu lucro? Pede para a pessoa mostrar como mediu e quais são os detalhes. Muitas vezes, pessoas que estão falando que estão preocupadas com o lucro não têm a menor ideia de qual é sua lucratividade.

Se você não mede seu lucro, como pode falar de lucro?
Só converse sobre lucro com pessoas que realmente pensam e medem o lucro de sua fazenda.

This post was published on 14 de janeiro de 2020

Share
Published by
Miguel da Rocha Cavalcanti

Recent Posts

Governo espanhol investe € 5,2 milhões em projeto de carne cultivada

O governo espanhol vai investir em um projeto de carne cultivada de € 5,2 milhões… Read More

22 de janeiro de 2021

CEPEA: Preço médio sobe quase 7% em jan/21, a maior alta da série para o período

Em janeiro, a arroba do boi gordo negociada no mercado paulista (Indicador CEPEA/B3) registra média… Read More

22 de janeiro de 2021

Biden anuncia retorno dos EUA ao Acordo de Paris

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou o retorno dos Estados Unidos ao Acordo… Read More

22 de janeiro de 2021

Milho para a pecuária vai ser mais caro em 2021

Pecuarista, prepare-se se na dieta do seu gado está a compra de rações e grãos.… Read More

22 de janeiro de 2021

Indonésia importará gado e carne para preencher lacuna no abastecimento doméstico

A Indonésia importará 502.000 cabeças de gado e 85.500 toneladas de carne bovina para ajudar… Read More

22 de janeiro de 2021

IMAC pretende promover a produção sustentável da carne brasileira para outros países

Nesta quinta-feira (21), o Instituto Mato Grossense da Carne informou que pretende promover a carne… Read More

22 de janeiro de 2021