Uruguai envia 4.100 novilhas Angus para a China

Nessa terça-feira à noite foi concluído o carregamento do barco com as 4.100 novilhas Angus, pretas e vermelhas, que a empresa Di Santi & Romualdo comercializou para a China. São novilhas de 1 a 2 anos, dentes de leite, pesando entre 250 e 320 kg, segundo o próprio Federico Di Santi no porto de Montevidéu.

Ele disse que todas são certificadas pela Sociedade de Criadores de Angus, “que foram muito bem na certificação, que também foi monitorada em todos os momentos por veterinários chineses, já que todas as etapas do protocolo foram cumpridas”.

As novilhas são destinadas à produção, devendo ser mães. “É uma exportação de genética e, portanto, a importância de vender boa qualidade para defender o prestígio do país em relação ao nível de sua pecuária”, disse Di Santi.

Ele também disse que depois disso haverá outro embarque, programado para meados de julho, também com 4.200 novilhas de raças britânicas.

De sua parte, o engenheiro agrônomo, Álvaro Díaz Nadal disse que “é a confirmação das virtudes da raça, um reconhecimento do mercado internacional e também o status sanitário do país”. O presidente da Sociedade dos Criadores Angus do Uruguai mencionou que no ano passado 6.200 novilhas Angus foram vendidas para a China “e este ano exportaremos de 2,5 a 3 vezes mais”.

Isso, disse Díaz Nadal, “é fantástico porque a exportação em pé também é um elemento muito bom, porque dá ao produtor um escape antes de passar ao preço de uma indústria altamente condicionada”.

Fonte: El País Digital, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar