Serviço meteorológico da Austrália confirma ocorrência de La Niña

O serviço meteorológico da Austrália confirmou a ocorrência do fenômeno climático La Niña, mas modelos sugerem que ele será fraco e de curta duração, persistindo até março ou abril. O serviço observa que o La Niña tipicamente causa chuvas acima da média no leste da Austrália durante o fim da primavera e o verão no Hemisfério Sul e aumenta as chances de ondas de calor no sudeste da Austrália.

Na América do Sul, o La Niña pode causar tempo seco na Argentina e no Sul do Brasil e precipitações abundantes em áreas do Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Fonte: Dow Jones Newswires, publicada no Estadão, adaptada pela Equipe BeefPoint.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar