Polonês vence World Steak Challenge 2017 em Londres

Um bife polonês foi o vencedor do World Steak Challenge 2017. O bife vencedor foi Sirloin de um animal Limousin híbrido, criado com grãos, com 29 meses de idade e maturado por 14 dias, produzido pela F & M Frąckowiak no woj. Wielkopolskie, Polônia, e apresentado pela ABP Poland.

“Isso é fantástico para a ABP Poland e ABP como um grupo. É um mais um apoio ao trabalho árduo sendo feito no grupo e na Polônia, e este prêmio certamente ajudará a colocar a Polônia no mapa em termos de produção de carne bovina”, disse Eoin Ryan da ABP.

Agora, em seu terceiro ano, o World Steak Challenge 2017 foi realizado na The Magic Roundabout, em Old Street, Londres, em 4 de julho.

Para 2017, a competição foi expandida para incluir Rib-Eye e Fillet, além da categoria original de Sirloin.

O melhor Rib-Eye foi conquistado pela F & M Frąckowiak/ABP Poland e o melhor Fillet foi conquistado pela Jack’s Creek, de New South Wales, enviado pela Albers GmbH da Alemanha.

O vencedor de carne produzida com grãos foi F&M Frąckowiak/ABP Poland e o vencedor de melhor carne produzida a pasto, foi a Martin’s Meats com um Rib-Eye produzido pela Hill View Farm, Cheltenham, Glos England.

O presidente dos jurados, Marco Peerdeman, disse que o bife vencedor tinha um excelente marmoreio. “O gosto era ótimo, rico, mas um pouco diferente – parecia um pouco como um wagyu, mas uma vez que você o provava, percebia que não era.”

Ele disse que ambos os produtos da ABP Poland eram excelentes, que a empresa ganhou medalha de ouro no ano passado, de forma que vencer com melhor esse ano foi uma grande conquista para eles.

Peerdeman disse que as categorias extras significou que os jurados precisaram trabalhar mais. “É interessante para nós com as diferentes categorias, pois cortes diferentes terão qualidades diferentes, então precisamos levar isso em consideração”.

Ele também explicou o que torna um bife um produto de alta qualidade. “Nós estamos olhando uma variedade de fatores diferentes ao julgar a carne. Recebemos bifes crus e cozidos para cada produto e nós os julgamos em uma variedade de fatores, incluindo marmoreio, aparência, aroma, suculência e sabor. O painel de jurados era composto de açougueiros e chefs de todo o mundo, de modo que olhamos para esse ponto de vista, mas também olhamos para o ponto de vista do consumidor.”

A competição deste ano incluiu 17 países e 25 raças representadas com mais de 120 inscrições envolvidas em todas as categorias.

Vencedores de medalha de ouro

ABP Poland: Rib-Eye, Grãos, Polônia
Zandbergen World’s Finest Meat: Fillet, Grãos, EUA
ABP Poland: Lombo, Grãos, Polônia
Vacum Carnes de Lujo: Fillet, Pasto, Espanha
Albers GmbH/Jack’s Creek: Fillet, Grãos
Australia Dawn Meats: Sirloin, Pasto, Inglaterra
Martin’s Meats: Rib-Eye, Pasto, Inglaterra
Hannan Meats: Fillet, Pasto, Irlanda do Norte
JBS Global (JBS Brazil): Sirloin, Grãos, Brasil
Hannan Meats: Rib-Eye, Pasto, Irlanda do Norte
Morrisons Supermarkets: Fillet, Grãos, Escócia
Kepak Group: Sirloin, Grãos, Irlanda
JN Meat International: Rib-Eye, Pasto, Finlândia
Vacum Carnes de Lujo: Rib-Eye, Pasto, Espanha
Albers GmbH/Jack’s Creek: Sirloin, Grãos, Austrália
Kepak Group: Rib-Eye, Pasto, Irlanda
Albers GmbH/Michael Hanigan: Rib-Eye, Grãos, Irlanda

Veja mais fotos:

Fonte: GlobalMeatNews.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Veja matéria relacionada:

Carne brasileira conquista medalha de ouro em concurso na Europa


ou utilize o Facebook para comentar