O fim das marcas de carne de alta qualidade?

Olá, tudo bem?

No final de semana fiz um programa incrível…

Participei da Churrascada, um evento que é um mix de:

– festival de churrasco
– balada com música country e sertaneja
– encontro de chefs e churarsqueiros especiais
– celebração da pecuária, carne e churrasco
– encontro de amigos

Enfim, um negócio difícil de ser melhor… :-)

Meus parabéns aos amigos Bottino e DeBetti, e toda equipe, pelo incrível evento, com mais de 2.000 pessoas.

(em breve vamos publicar uma série de entrevistas que gravei lá)

Se você segue o BeefPoint nos instagram (@beefpoint), deve ter visto nossos stories no sábado… :-)

Eu encontrei com vários donos de marcas de carne de alta qualidade, donos de boutiques de carne, produtores de gado de alta qualidade.

Infelizmente, minha previsão é que poucos vão ter o sucesso (que merecem)…

Mas Miguel, porque você está falando isso?

Acompanha meu raciocínio e veja se você concorda.

1- Quem está olhando o mercado de carnes especiais vê uma série de oportunidades.

Muita demanda.
Muitos novos restaurantes.
Muita gente experimentando carnes premium.
Aumento da procura por carnes especiais.
Cursos de churrasco, dry aged, produção de carnes especiais.
Eventos como a Churrascada e Bárbaros BBQ bombando.

Tudo parece conspirar a favor da carne premium.

Até a delação do JBS e a crise da carne fraca de alguma forma favorecem as carnes especiais, pois todos prestam mais atenção nos produtos com mais qualidade e segurança.

2- Quem está entrando nesse mercado é apaixonado por carne, churrasco e pecuária. 

Quem está nesse mercado, quer fazer um negócio lucrativo e amarrado nos seus valores, visão de mercado, e paixão pelo negócio.

Gente que quer fazer uma pecuária, uma marca, uma boutique ou um restaurante com qualidade, algo que dê orgulho para ele.

E que também seja um bom negócio.

Quer juntar lucro e propósito.

3- Quando essas pessoas contam para os amigos, todos elogiam e se animam.

Dão parabéns, dão tapinhas nas costas.

Parece que esse é um mercado incrível que está bombando.

Parece uma oportunidade “impossível” de dar errado…

4- Com base em todas essas premissas, esse produtor / empreendedor decide mergulhar de cabeça.

Muda o sistema de produção da sua fazenda, focando em mais qualidade, e com isso aumenta seu custo, e as vezes também reduz sua produtividade (exemplo: começa a castrar seus animais e suplementar de forma muito mais intensa).

Se for uma marca de carne, boutique ou restaurante, faz uma série de investimentos para focar na qualidade, dos produtos, do atendimento, do ponto de venda, da embalagem, da marca.

Tudo isso deixa o processo e o produto mais bonito, com mais qualidade, e (bem) mais caro.

5- O objetivo desse empreendedor da carne de alta qualidade é fazer um negócio que junte: paixão, propósito e lucro.

Quer viver desse negócio.

Quer fazer dinheiro com sua marca de carne.

Quer se tornar uma referência nesse mercado.

Quer ser reconhecido pela qualidade, atendimento, marca.

Quer lucrar (e não tem nada de errado com isso).

6- Mas quando o negócio está rodando, começa a ver que não é bem assim.

Se é produtor, tem dificuldades em vender sua qualidade superior, por um preço superior.

Investe pesado, de forma antecipada, para produzir o melhor animal, e parece que “morre na praia” com aquela boiada cabeceira.

As vezes consegue um sobre-preço, comemora, mas na próxima venda, tem que aceitar o preço do gado “comum”, e vem aquela baita frustração…

Pensa:

“Puxa vida, faço esse boi capão, jovem, pesado, bem acabado, com marmoreio, e recebo o mesmo que esse boi inteiro, escorrido, bica corrida?? Não é justo…”

Quem tem marca de carne, boutique ou restaurante, vê que a realidade do dia a dia também é ingrata.

O fluxo de clientes na loja é bem menor, e muito mais variável do que ele imaginava.

Alguns dias da semana, a loja fica “as moscas”…

Também não consegue entender, pois vai em festivais de churrasco e vê multidões de amantes do churrasco que pagam caro, mas na sua loja aparecem clientes que não sabem o que é qualidade, não valorizam o que é diferente, e o que é pior… Reclamam do preço!!

Ainda tem cliente que diz que no supermercado do lado tem promoção de picanha, e de vez em quando, até promoção de carne Angus…

O custo de manter a loja é muito mais caro do que um negócio “comum”, e o volume de vendas não é tão alto…

E como as matérias-primas são de alta qualidade, mesmo o preço mais alto não garante uma margem tão alta…

E aí, se ve numa sinuca de bico:
– pouco fluxo de clientes na loja
– poucas vendas
– reclamação de preço alto
– margem apertada
– custo alto de operação da loja

Em resumo:
– resultado ruim da loja.

Começa a pensar:
– será que tenho que fazer uma promoção?
– será que tenho que fazer uns anúncios?

E entra num círculo vicioso de resultados ruins, e ansiedade.

E esse processo se retroalimenta. E vem a frustração e a dúvida…

Na produção pecuária não é diferente.

Os custos mais altos são certeza, os preços mais altos, uma aposta.

7- Esse empreendedor da carne especial se pergunta:

“Será que me enganei com as notícias e esse mercado não é tão bom assim?”

“O que será que fiz de errado, que mesmo focando tanto na qualidade do produto, não consigo vender bem meu produto?”

“O que está faltando para eu fazer decolar esse negócio que parece tão promissor?”

“Será que devo desistir, e focar em produzir commodity, com custo baixo, alta produção e lucrar no volume?”

Infelizmente vamos ver muitos empreendedores se questionando sobre o rumo que devem dar ao seu negócio de carne com marca e de alta qualidade.

Mas, Miguel, o que está acontecendo?

Depois de conversar nesses últimos anos, com tanta gente que está focada em produzir e vender carne de alta qualidade e ver seus desafios, dores e dificuldades, percebi um erro estratégico que está matando esses negócios ligados a cadeia da carne com marca.

O erro não está em focar em produzir qualidade.
O erro não está em acreditar no mercado.
O erro não está em juntar propósito-paixão-lucro.
O erro não está em acreditar que é possível viver de um negócio de carnes especiais.

O erro está em não ter uma Estratégia de Expressão.

O que é isso?

Para vender o que é diferente e de alta qualidade, é preciso uma estratégia diferente.

É preciso uma Estratégia de Negócio de Expressão.

Uma estratégia onde você:

Vende qualidade.
Vende paixão.
Vende seus diferenciais.

Uma estratégia de negócios, onde você produz qualidade.

E mais do que isso, faz MARKETING de um NEGÓCIO DE EXPRESSÃO.

Uma estratégia de negócio leva em conta:
– marketing
– vendas

Tudo isso de uma forma atrelada ao produto de alta qualidade.

A um produto diferente, especial, e mais caro.

Um produto que, você já sabe, é produzido diferente.

E que precisa ser VENDIDO de forma diferente.

Se você está no mercado de carnes especiais e carne com marca, se pergunte, se sua estratégia de marketing está realmente adequada a um produto único, especial, diferenciado e muito mais caro.

Pensando nesse público específico que está focado em carne de alta qualidade e agregação de valor, eu preparei um livro eletrônico com o título:

Livro (de presente p/ você): “O Marketing Que Realmente Funciona Para Carne De Alta Qualidade”.

O livro é gratuito, e você pode baixar aqui.

Depois de baixar o livro, ler e colocar em prática (tem até um plano de 7 dias), me responda aqui por email.

Quero muito saber dos seus avanços.

Vamos que vamos!

Abraços, Miguel Cavalcanti

PS: Se você já atua nesse negócio de carnes especiais, e quer turbinar seus resultados:

– construir e fortalecer sua marca,
– vender mais e mais caro,
– atrair o cliente certo que compra e não reclama de preço,
– aumentar seu volume de vendas, e
– criar uma legião de fãs da sua marca que promovem e defendem sua marca

Se você se enquadra nesse perfil acima, você pode se interessar em participar da minha Imersão Avançada em Marketing, Vendas e Negociação.

Essa imersão é um treinamento avançado de 2 dias de duração, onde eu ajudo um pequeno grupo de participantes a construir um plano estratégico de marketing de um Negócio de Expressão.

É uma turma bem pequena, pois tem minha supervisão direta.

No final dos 2 dias, você sai com um plano de marketing pronto para entrar em ação e mudar o rumo do seu negócio.

Se você quiser aplicar para participar dessa imersão avançada, me envie um email para marketing@beefpoint.com.br, com o assunto: “CARNE COM MARCA” me falando sobre o estágio atual do seu negócio de carne de alta qualidade.

Vou avaliar cada uma das respostas e enviar o formulário para aplicação.

É importante que você já tenha um negócio nessa ramo, pois é um treinamento avançado e um investimento significativo.

Eu acredito que você pode ter um Negócio de Expressão. Mas é preciso uma estratégia específica para isso.

Miguel Cavalcanti
agrotalento@beefpoint.com.br
whatsapp: 019-99960-9915

UBeef – Universidade BeefPoint: O departamento de treinamento de quem faz hoje a pecuária do futuro. E para quem quer fazer.
AgroTalento: Programa de crescimento pessoal e desenvolvimento profissional para os novos líderes da pecuária.

3 opiniões sobre “O fim das marcas de carne de alta qualidade?”

  • Cássio Toledo - 12/08/2017

    Náo consegui ter acesso ao livro sobre o marketing da carne especial

    • Cássio Toledo - 12/08/2017

      Preocupante,precisamos mesmo de esclarecimento sobre marketing de carnes diferenciadas

  • Felipe Chidem - 15/08/2017

    Acredito que como todo negócio focado em um segmento ou nicho de mercado deve ser tratado com esse enfoque , muito boa a abordagem! abraço!

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar