O assunto “proibido” na pecuária

Olá, tudo bem?

Quando foi a última vez que você se encontrou com um pecuarista?

Quando foi a última vez que você se encontrou com dois ou mais pecuaristas numa roda de conversa?

Se você anda pelas bandas que eu ando, você provavelmente vai concordar quem tem um assunto “proibido”…

Nos eventos.
Nos cafés.
Nos grupos de whatsapp.

Se fala de tudo, menos do assunto “proibido”…

Se fala de:

– melhoramento genético e os melhores touros
– preço do bezerro
– rendimento de carcaça
– cruzamentos e raças
– preço do boi gordo
– crise e economia do Brasil
– corrupção no governo Temer
– delação do JBS

Mas não se fala do “proibidão”…

E qual é esse assunto “proibido”?

Não se fala de MARGEM na pecuária.

Não se fala sobre LUCRO na pecuária.

Experimente…

Na próxima roda de conversa, presencial ou por whatsapp, faça diferente…

Quando alguém falar do peso de uma bezerrada.
Quando alguém falar do rendimento de uma boiada.
Quando alguém falar do preço que vendeu sua vacada.

Pergunte…

Mas qual foi a MARGEM?

Provavelmente você vai ouvir “cri cri cri”…

O som dos grilos cantando…

E você vai criar um clima ruim…

Parece brincadeira, mas é verdade…

Não fomos criados para pensar em margem na pecuária.
Não fomos educados para pensar em margem na pecuária.
Não fomos treinados para pensar em margem na pecuária.

Não é culpa sua.

Mas pode ser diferente.

E é isso que quero te convidar a mudar, junto comigo.

Quero te convidar a se juntar num movimento com o BeefPoint pela busca de mais margem e melhor gestão na pecuária de corte.

Vamos mudar esse quadro.

Vamos começar a falar sobre margem.
Sobre lucro.
Sobre rentabilidade.

Assim, vamos mudar a conversa da pecuária.
Vamos mudar o jeito que falamos da pecuária.
Assim, vamos mudar a pecuária, juntos.

Agora, pare por um momento e imagine…

Um encontro de pecuaristas de diversas regiões do Brasil.

Onde todos, sem exceção, falam sobre LUCRO.

Falam sobre o que está dando lucro na fazenda deles.

O que está dando certo.
O que está dando errado.
O que aprenderam no último ano.
O que vão fazer mais.
O que vão fazer menos.
O que vão parar de fazer.
O que vão testar no próximo ano.

Todos focados em aumentar o lucro da sua fazenda.

Todos com a mesma medida de sucesso.

Todos focados em compartilhar as melhores formas de aumentar o lucro.

Focados em aprender.
Focados em ensinar.
Focados em compartilhar.
Focados em pensar juntos.

Sempre com foco no LUCRO.
Sempre com foco na MARGEM.

Sim, é possível mudar.

Basta ter CLAREZA de que é importante medir o lucro.
Basta ter COMPROMETIMENTO de que se quer fazer diferente.

Não me importa se você ainda não sabe seu lucro.
Não me importa se você tem alto lucro na pecuária.
Não me importa se você tem pouco lucro na pecuária.

Me importa sim, sua vontade em:

– aprender
– melhorar
– compartilhar

Com o objetivo de conhecer e aumentar o lucro da sua fazenda de gado de corte, e compartilhar com outros pecuaristas e profissionais nessa mesma jornada.

Vamos juntos.

Vamos que vamos!
Abraços, Miguel Cavalcanti

PS: Se você sabe o lucro da sua fazenda, me responda esse email com o seu número.

Quero te conhecer. E quero que você me ajude a mudar esse quadro.

Com base nessa realidade, vamos fazer algo bem especial.

Dias 15 a 17 de novembro, vai acontecer em São Paulo, SP, a Intercorte, o evento que sucedeu a antiga e querida Feicorte.

Numa parceria BeefPoint + Intercorte, vamos fazer um evento especial e raro na pecuária no Brasil.

Apenas fazendas com dados reais de resultados, medidos em R$/ha.ano.

Um evento dia 16 de novembro, quinta-feira.

Um evento beneficiente.
Isso mesmo, vamos doar 100% do valor das inscrições para o Hospital do Câncer de Barretos.

Um evento com estudos de caso de fazenda reais.

Um evento com as fazendas mais rentáveis de pecuária de corte do Brasil.

Um evento para você aprender com as fazendas mais rentáveis.

Um evento para você se inspirar, e finalmente calcular sua rentabilidade.

Um evento para você se conectar, conversar e trocar experiências com quem sabe na ponta do lápis e na ponta da língua qual é seu resultado R$/ha.ano.

Estou convidando todos a participarem.

Estou convidando todas as consultorias pecuárias a participarem.

Estou convidando todas as empresas de software a participarem.

Estou convidando todas as fazendas e todos os pecuaristas que sabem, medem e melhoram seus resultados a participarem.

Estou convidando todas as entidades a participarem.

Convidando todos.

Com uma condição.
Apenas uma.

Que indiquem exemplos de quem mede, sabe, acompanha e melhora sua métrica de R$/ha.ano.

Vamos mudar a cara da pecuária, mudando o jeito de medir os resultados.

Estamos em busca de todos da pecuária que compartilham dessa visão e que querem fazer diferente.

Se você sabe seu resultado em Lucro/ha, ou R$/ha.ano, me responda esse email.

Se você conhece alguma fazenda de pecuária de corte que sabe seus resultados, encaminhe essa mensagem.

Me ajude a reunir quem faz pecuária com resultados de verdade.

Anote na agenda.

Workshop BeefPoint Gestão na Pecuária de Corte
Onde: São Paulo, SP, Intercorte SP (no centro de eventos WTC)
Quando: 16 de novembro, de 9 as 19hrs
Realização: BeefPoint + Intercorte

Evento beneficiente, em prol do Hospital do Câncer de Barretos.
Inscrições: em breve.

Miguel Cavalcanti
agrotalento@beefpoint.com.br

UBeef – Universidade BeefPoint: O departamento de treinamento de quem faz hoje a pecuária do futuro. E para quem quer fazer.
AgroTalento: Programa de crescimento pessoal e desenvolvimento profissional para os novos líderes do agro.
Negócio de Expressão: Empreendedorismo com PROPÓSITO e LUCRO.

Uma opinião sobre “O assunto “proibido” na pecuária”

  • Toninho Ledesma - 30/10/2017

    Bom dia a todos:

    Em primeiro lugar na bovinocultura de corte devemos separar os índices em: índices econômicos, índices operacionais e índices zootécnicos.

    Quanto ao índice citado: MARGEM LÍQUIDA, podemos calcular em relação as arrobas produzidas, como também sobre as receitas brutas.

    Qualquer cálculo de determinado índice tem que se estabelecer uma referência, pois poderemos obter resultados conflitantes, levando-se a tomar uma decisão errada, o que poderá causar tremendo prejuízo para a empresa.

    Muitos índices econômicos são rotineiros para todos os tipos de empresas, porém cada atividade tem os seus que são específicos ao setor.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar