Novidades sobre as Viagens Técnicas BeefPoint – local, datas e uma mensagem muito bacana de quem foi ano passado

Bom dia !

Espero que tudo esteja bem com você.

Primeiro gostaria de agradecer a todos que participaram da pesquisa sobre as viagens do BeefPoint. Recebemos muitas sugestões, ideias e muitas respostas.

Muito bom ver que tem muita gente querendo participar conosco desse projeto que temos tanto orgulho e satisfação pessoal de fazer – viagens técnicas de estudo intensivas e muito agradáveis.

Agora, as novidades…

Temos o orgulho de anunciar que a próxima Viagem Técnica BeefPoint será para o TEXAS (EUA), entre os dias 31 de maio (sábado, viagem de ida) e 08 de junho (domingo, viagem de volta).

Essa foi nossa viagem com mais participantes no ano passado e a mais pedida na nossa pesquisa.

Por questões de qualidade das visitas, a viagem é limitada a apenas 40 participantes.

Vamos liberar as inscrições essa semana, mas você já pode fazer sua pré-reserva e ser o primeiro a ser avisado do programa e valores.

O link para pré-reserva é:
http://promo.beefpoint.com.br/viagembeef-texas-2014-maio-01

Amanhã vou enviar mais informações, com o roteiro e valores da viagem. E também vou gravar uma palestra em vídeo que explico todas as visitas e atividades da viagem.

Muito obrigado.

Grande abraço, Miguel

Miguel Cavalcanti
miguel@beefpoint.com.br
fone: +55 19 2532-4620
BeefPoint: Para quem faz hoje a pecuária do futuro. E para quem quer fazer.

PS: Aproveito para te convidar a ler o depoimento do Thiago Parente, que participou da viagem ao Texas em 2013, hoje está fazendo MBA em uma das faculdades que visitamos e que vai nos encontrar esse ano.

Depoimento sobre a viagem técnica BeefPoint ao Texas 2013, por Thiago Parente

Thiago Parente, um dos integrantes da viagem técnica BeefPoint ao Texas, escreveu um depoimento sobre sua experiência e aprendizados. Leia na íntegra:

Me chamo Thiago Parente, minha experiência profissional está praticamente toda voltada para a área de tecnologia, gestão e sistemas de BI (Business Intelligence). Atuo como gerente comercial de uma multinacional americana na venda de software para o governo brasileiro, sou criador de cavalos crioulos e gado simbrasil em Inhumas/GO (Fazenda Almaviva).

Sempre acreditei no agronegócio brasileiro e na necessidade de modernização da pecuária. Sinto que, apesar dos esforços isolados e dos evidentes resultados obtidos ao longo dos últimos 30 anos ainda temos um longo caminho para evoluir. Da mesma forma que temos a Agricultura de Precisão, precisamos criar algo semelhante para a pecuária e as ferramentas e maturidade começam a surgir.

Minha reação imediata ao ver no Facebook o anúncio da viagem técnica foi: “Tenho que participar disso!”. Mas surgiram também várias inseguranças de um pequeno pecuarista do estado de Goiás, com pouca cultura e conhecimento prático na criação de gado. Como seria o grupo? Como transcorreria a viagem? Seria muito cansativo? É algo que estou buscando? Resolvi ignorar as inseguranças e fiz a inscrição para a viagem.

Ao sair de Brasília e chegar no aeroporto de Guarulhos, todos um pouco quietos, tímidos. Íamos nos apresentando, conversando e conhecendo o que cada um fazia. Quando chegamos a Houston, tivemos uma longa fila de imigração, onde tivemos mais tempo para conversar.

Aos poucos a timidez cedeu o lugar para a amizade e já nos primeiros dias, além de visitas fantásticas, tínhamos a grande oportunidade de compartilhá-las e discuti-las com nossos pares brasileiros. Aprendemos sobre toda a cadeia de carne do Texas em sua melhor forma, em fazendas centenárias e com fazendeiros empreendedores, que ousaram, arriscaram e estavam colhendo os frutos.

O Texas se encontra hoje em uma situação atípica, entrando em seu terceiro ano de seca e castigando a todos: criadores e animais. Mas acho que uma das coisas que mais marcou a viagem, além da clara presença da seca, foi a capacidade que os criadores americanos tem de seguir em frente em seus negócios, continuar suas vendas e trabalhar como nunca. E também a incapacidade de se considerarem coitados ou menos afortunados.

No Rancho RA Brown, na nossa despedida, recebemos uma garrafa de água mineral com a logomarca do rancho e o proprietário nos disse que aquele era o melhor presente que se pode ganhar nesses tempos de seca no Texas. Foi uma experiência emocionante receber água de alguém que sofre com a sua falta por quase 3 anos. Algo também marcante foi a presença da religião e da crença em Deus por onde passamos.

Para não me prolongar muito, gostaria de dizer que nenhum avião poderia carregar a minha bagagem na volta. Além de botas, fivelas, cintos e camisas, ela tem um conhecimento que sem a Beefpoint, a Caep e os amigos da viagem eu não teria acesso nunca e um monte de verdadeiras amizades que pretendo carregar ao longo da minha vida.

Antes eu tinha uma forte impressão de que a Beefpoint é uma das precursoras da modernização da pecuária brasileira. Agora eu tenho a CERTEZA!

Relembrando, O link para pre-reserva é:
http://promo.beefpoint.com.br/viagembeef-texas-2014-maio-01


ou utilize o Facebook para comentar