Cepea: Menor oferta impulsiona valores da carne em SP

Nesta primeira quinzena de setembro, frigoríficos têm conseguido vender a carne no mercado atacadista da Grande São Paulo por preços mais elevados. Segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP),  com a oferta de animais reduzida e o consumo final enfraquecido, muitos frigoríficos vinham abatendo volumes menores de animais. Como resultado, a oferta de carne no mercado atacadista está significativamente reduzida, possibilitando que a indústria reajuste positivamente os valores de venda da carne com osso.

Nesses 14 primeiros dias de setembro, o quilo da carcaça casada de boi acumula aumento de 8,3%, saindo dos R$ 9,51 no dia 31 de agosto para R$ 10,30 nessa quarta-feira, 14, no atacado da Grande São Paulo. Embora pecuaristas de engorda tenham relatado que a procura por animais e a disponibilidade de compradores em pagar preços maiores pela arroba tenham aumentado, os reajustes da carne ainda não têm sido repassados ao boi gordo. Assim, entre 31 de agosto e 14 de setembro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa do boi gordo subiu apenas 1%, fechando a R$ 150,12 nessa quarta-feira.

Fonte: Cepea, adaptada pela Equipe BeefPoint.


ou utilize o Facebook para comentar