-A +A

Caracu: conheça mais esta raça

Licio Isfer, Engenheiro Civil, criador de gado da raça Caracu e produtor de grãos e floresta (pinus e eucalipto) na Fazenda Guarauna, em Palmeira, PR participou de entrevista com o BeefPoint mostrando sua experiência com a raça. Leia a conversa na íntegra:

BeefPoint: Por favor, conte brevemente o histórico da raça Caracu e o número de criadores.

Sr. Lício Isfer: O gado Caracu esta no Brasil desde o período colonial, a raça foi formado a partir do gado trazido pelos colonizadores portugueses e ao longo do tempo adaptou-se aos diversos ambientes do País.

Com mais de quatro séculos de adaptação, o Caracu reúne características como: rusticidade, adaptabilidade, habilidade materna, longevidade, resistência a parasitas, cascos duros, entre outras.

A partir de 1980, uma nova fase na seleção da raça com a utilização de técnicas modernas, foi iniciada. Este projeto foi coordenado pela Associação Brasileira de Criadores de Caracu (ABCC) tendo como parceiros o Instituto de Zootecnia de Sertãozinho (IZ), Embrapa – Gado de Corte (Campo Grande/MS) e o Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR). Este trabalho permitiu um salto na seleção da raça, fazendo com que animais extremamente adaptados passassem a expressar características produtivas, como ganho de peso, conformação de carcaça, precocidade, entre outras, fazendo da raça caracu, uma ótima opção para o cruzamento industrial e reforçando a importância dela na pecuária nacional.

Touro Solidário da Guaraúna

BeefPoint: Sobre o rebanho da raça no Brasil,

  • Qual o tamanho do rebanho no país?
  • Como está e qual é o crescimento anual do rebanho?
  • Como está distribuído geograficamente no país?

Sr. Lício: O rebanho controlado é 125.000 animais, considerando os sócios e não sócios da ABCC. Atualmente cerca de 5000 animais são registrados por ano, o que significa uma estagnação. A raça Caracu esta presente em: Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Pará. Existe também um núcleo de criadores no Paraguai.

BeefPoint: Quais são as principais características da raça?

Sr. Lício: A principal característica da raça Caracu é a adaptabilidade. Ao longo dos séculos de criação em território brasileiro, ela se adaptou desde os frios campos de Palmas no interior do Paraná, ao calor tropical do Pará. O que faz com que os touros da raça possam realizar monta natural nas mais condições mais extremas. Sendo a única raça européia com esta capacidade. Obviamente que com a adaptabilidade vem a rusticidade, ou seja, a capacidade de produzir em condições desfavoráveis, além de resistência a parasitoses.

As fêmeas têm grande habilidade materna, com razoável produção de leite e facilidade de parto. Estas características tornam o caracu uma ótima opção para o cruzamento industrial nas regiões centro-oeste e norte.

BeefPoint: Qual o principal modelo utilizado atualemente para terminação dos animais: a pasto ou confinamento? E qual o mais indicado?

Sr. Lício: Pelas características da raça a grande maioria dos criadores produz a pasto, alguns terminam em confinamento com bons resultados. Não há um modelo mais indicado, isso depende da propriedade.

BeefPoint: Como a ABCC busca novos produtores associados? Quais formas de fomento da raça para os associados atuais?

Sr. Lício: A busca por novos associados se dá pela divulgação das características da raça, participação em exposições, organização de reuniões técnicas, organização de material de pesquisa com resultados da raça. Para os associados, o trabalho é no sentido da busca por animais mais produtivos, através da utilização de programas de melhoramento como o Geneplus da Embrapa.

BeefPoint: Quais principais planos para o ano de 2012? E para o longo-prazo?

Sr. Lício: O grande objetivo da ABCC é fazer com que a raça ocupe o espaço que merece dentro da pecuária nacional, contribuindo para o aumento da produtividade dos rebanhos através do cruzamento. E quem sabe tornar-se um produto de exportação para países da América do Sul, Central e África.

BeefPoint: Fique a vontade para deixar uma mensagem da Associação/raça aos leitores BeefPoint.

Sr. Lício: A raça Caracu é por sua história e características um patrimônio da pecuária nacional, foi ela que sustentou a produção antes da chegada dos zebuínos, o que quase a levou a extinção. Agora moderna ela pode sem dúvida fazer uma parceria com o Nelore para produção de um cruzamento genuinamente Nacional, com ganho para o Brasil.
Matriz doadora de oócitos
Novilhas 20 24 meses de idade

Assine nossa newsletter!

Enviar