19 lições que aprendi do jeito mais caro e eficiente que existe (a 14 é minha favorita)

Olá, tudo bem com você?

Quero te convidar a fazer uma reflexão sobre o que você aprendeu de importante nesses últimos tempos.

Eu aprendi muita coisa, e as mais importantes eu aprendi da forma mais eficiente e mais cara – errando… :-)

Quero te contar algumas lições que aprendi:

1- As dificuldades que você enfrenta são uma benção.

Eu aprendi isso com uma especialista em bullying infantil canadense, fazendo um curso na Califórnia, nos EUA, em março.

E se mostrou uma grande verdade para mim nesse ano.

Tive grandes dificuldades, grandes desafios, grandes erros nesses 12 meses, que me custaram muito: tempo, energia, dinheiro.

Mas olhando para trás, percebo que tudo teve um sentido, e graças a esses problemas, hoje eu sou uma pessoa melhor.

Tem um ditado que diz algo como: “não reze por dias fáceis, mas sim por coragem para enfrentar dias difíceis”.

2- Ande com gente melhor do que você.

Esse ano eu conheci muita gente bacana, muita gente que quer fazer a diferença.

Muita gente que pensa meio maluco, como eu.

Muita gente que sabia mais do que eu em muitos e muitos temas.

Andar com pessoas melhores do que eu, melhorou meu jogo, me deu mais energia para continuar, mais certeza de que não iria desistir, mais vontade para ir além.

Você vai se tornar muito parecido com a média das pessoas que você mais convive.

Ande com quem você quer se parecer amanhã.

Esse ano, eu fiz isso ao extremo. E isso me ajudou muito.

3- Encontre a sua turma.

Eu acredito em várias coisas que muita gente considera maluco.

Eu acredito que é possível mudar o mundo com informação, com conhecimento, com conexões, com relacionamento e com inspiração.

Muita gente torce o nariz para “viagens” como essa, e está tudo bem…

Eu encontrei uma turma, que cresce a cada dia, que quer sonhar um sonho parecido com esse.

Um turma que tem crenças parecidas com as minhas melhores crenças.

4- Peça ajuda.

Tem muita gente, perto ou longe de você, que sabe mais do que você.

Esse ano, tudo que eu fiz que teve sucesso, foi com a participação, com a ajuda de muita gente.

E eu consegui isso por uma coisa muito básica: eu pedia ajuda.

Eu perguntava.

Eu ia atrás.

Eu fazia um novo contato.

E com isso eu aprendi muito sobre pecuária, liderança, marketing, vendas e muito mais.

5- Escolha seus mentores.

Escolha pessoas que você admira, respeita e confia, para se conectar de tempos em tempos.

Para perguntar, para contar dos seus avanços.

De novo, tem muita gente boa disposta a ajudar, se você souber bater a porta direito e perguntar com jeito.

6- Você pode mais do que imagina.

Você aguenta mais do que sabe até agora.

Eu por exemplo, não sabia que conseguiria escrever um texto todos os dias para a newsletter do BeefPoint.

Faziam 16 meses que eu não escrevia um artigo para o BeefPoint, por “falta de tempo”…

Um belo dia, eu decidi que iria escrever um email como esse todo dia…

E desde julho, não falhei nem um dia.

Eu não sabia que iria dar conta.

Mas eu não dei chance para o cansaço, para a preguiça, ou para qualquer coisa que apareceu na minha frente.

E enfrentar essa “doideira” de escrever todos os dias tem sido das coisas mais legais desse ano.

Aprendi demais, conheci muita gente bacana e reforcei um laço de contato e amizade com muita gente.

Se você escrever de volta nesse email, eu recebo, eu leio.

Infelizmente, nem sempre eu consigo responder, mas eu leio todos os emails.

7- Quem quer dá um jeito, quem não quer dá uma desculpa.

Esse deve ter sido o tema do ano no BeefPoint.

A quantidade de coisas incríveis que nossa equipe fez esse ano foi muito grande.

E ter esse modelo mental, de que conseguiríamos fazer, não importa o que acontecesse, foi a razão de termos conseguido fazer muitas coisas impossíveis….

Eu acredito, repito, e estimulo você a pensar nisso.

Eu acho que vou fazer até uma camiseta com esses dizeres… :-)

8- Auto-conhecimento é o conhecimento mais importante.

Eu aprendi muito sobre minhas deficiências, sobre minhas fragilidades, sobre meus erros, sobre meus medos esse ano.

E com isso, eu posso a cada dia decidir “Quem eu quero ser quando eu estiver sendo”.

Não é fácil descobrir tantos defeitos, mas é libertador, e é uma maneira de melhorar sua performance em tudo na vida.

E só sabendo, que eu consegui começar a melhorar diversos pontos.

9- Proteja sua auto-confiança.

Esse é o ativo mais importante do empreendedor.

Ande com gente do bem, com gente que quer o seu bem, que quer te ajudar.

Se dedique a proteger como você pensa sobre você.

Cultive sua auto-confiança.

Se você perder tudo, e manter sua confiança, vai ser fácil recuperar o resto.

10- Cuide da sua energia.

Eu consegui aumentar muito minha capacidade de trabalho e de realização cuidando da minha energia.

A maneira foi cuidar de alimentação, beber bastante água, fazer exercícios e cuidar do sono (esse último, quero melhorar em 2015, pois esse final de ano foi pesado…).

Parece brincadeira, mas ao cuidar da minha energia, minha produtividade aumentou.

E outra, quando estou cansado, me lembro em não dar importância ou valor ao cansaço.

11- Preste atenção nos seus modelos mentais.

Fique atento a frases que você fala muito, que você repete, para você mesmo e para os outros.

Grandes campeões têm modelos mentais de campeões.

Não são vítimas, são pró-ativos, e por aí vai.

Procure entender como pensam as pessoas que você mais admira.

Eu aprendi muito sobre isso, ao andar com pessoas de alto nível.

Eu aprendi muito ao participar de cursos e eventos com pessoas de alto nível.

12- A melhor maneira de aprender a fazer algo incrível que você nunca fez, é ir atrás de alguém que já conseguiu fazer antes de você.

Hoje em dia, eu tenho um método para conseguir muito mais rapidamente, fazer coisas que antes eu não sabia como.

E o passo número 1 é pesquisar, contactar e ir conversar com pessoas que já sabem fazer aquilo que é meu sonho.

13- Estude, estude, estude.

Esse foi o ano que eu mais investi em cursos, treinamentos e em viagens.

E para 2015, meu investimento já é muito maior.

Buscar o melhor do melhor em técnicas e conhecimento é algo muito barato.

Pois barato é o que traz retorno.

14- Forme, cultive e fortaleça sua rede do bem.

Esse termo que cunhei para o AgroTalento é uma coisa que me acompanha há muito tempo.

Tenha uma rede de pessoas que são alinhadas aos seus propósitos, aos seus sonhos, aos seus objetivos.

Quem quer ir rápido vai sozinho, quem quer ir longe vai acompanhado.

15- Faça sempre o seu melhor.

Isso mesmo, sempre.

O seu melhor, não o melhor dos outros.

Se dedique, de coração ao que você está fazendo.

Se não faz sentido, mude o que você está fazendo.

Os vencedores fazem seu melhor sempre, com isso aprendem, melhoram seu jogo, e é claro, vencem.

16- Não faça pré-julgamentos, tenha coragem de perguntar.

Isso é muito difícil e nem sempre eu consigo.

Mas a forma mais rápida de tornar qualquer relacionamento mais harmônico, é não pré-julgar, e sempre que estiver fazendo uma inferência, pergunte para validar se é aquilo mesmo.

Isso já me ajudou a tirar muitos “pepinos” imaginários que eu tinha dentro da cabeça…

17- Coragem é o que mais está em falta hoje em dia.

Cultive sua coragem.

Pratique uma coragem calma, silenciosa, de fazer o que precisa ser feito, todos os dias, dia após dia.

Isso é o que o Brasil precisa, a pecuária precisa, nós precisamos.

18- Tenha um propósito.

Ficou muito mais fácil ter boas ideias e também a trabalhar muito, mas muito mesmo, ao ter um propósito muito claro do que queríamos fazer no BeefPoint e no AgroTalento.

Colocar sentido, significado em tudo que se faz tem um poder incrível.

Isso tem sido um norte, um direcionador a tudo que fazemos.

19- Agradeça.

Ser grato é uma das receitas mais garantidas para a felicidade.

Agradeça os grandes acontecimentos e principalmente as pequenas coisas.

O ato de agradecer te faz uma pessoa melhor em muitos sentidos.

Eu tenho um amigo que eu gosto muito, que sempre reclama que eu agradeço muito aqui nesse email.

É a minha forma de exercitar a gratidão por tanta coisa legal que acontece comigo e que eu recebo por aqui.

Ele vai reclamar desse ponto 19, mas tudo bem… :-)

 

E você, o que aprendeu? Por favor, comente aqui nesse texto, para fazermos um compilado bem bacana.

Muito obrigado pela sua companhia. Um grande abraço, Miguel

PS: Me conte o que você gostaria de ver mais aqui no BeefPoint e no AgroTalento. Quero ouvir você, para melhorar o que fazemos, todos os dias.

Miguel Cavalcanti

BeefPoint: Para quem faz hoje a pecuária do futuro. E para quem quer fazer.
AgroTalento: Programa de crescimento pessoal e desenvolvimento profissional para os novos líderes da pecuária.

14 opiniões sobre “19 lições que aprendi do jeito mais caro e eficiente que existe (a 14 é minha favorita)”

  • Eduardo Freire - 19/12/2016

    Coragem é o que mais está em falta hoje em dia.

  • Francisco de Assis Silva - 20/12/2016

    Parabéns! Uma grande lição para todos, que buscam uma vida pró-ativa, dedicada ao crescimento pessoal, profissional, familiar e comunitário. Esse deve ser centrado sob a base do Amor de Deus, que diz: Não queira ao outro, o que mão queres para você e com a certeza de que não vou crescer sendo deus de si memso. O mundo, tá cheio de grandes homens e mulheres, que devia estatem contribuindo para um mundo mais justo e humano e não estão. Todo conhecimento só tem valor se ajuda a si mesmo e aos outros a Serem dignos do que aprenderam e ensinam. O que estamos presenciando no mundo, hoje, nos dá a certeza, que o homem não busca o conhecimento para crescer junto com seu próximo e sim, sozinho. Egoisticamente, isso a afronta o Amor que não vem sendo amado. Deus criador e dono de tudo e de todos. Parabéns! Façam que a Beefpoint, se volte para transmitir um conhecimento atrelado na luz daquele que quer que sejamos bons, sem impidirmos que os outros, também os seja. E parece que a ordem mundial de muitas, organizações é pensar só no imediatismo e individualismo de suas corporações, enquanto a maioria, sofre as consequências desse crescimento desigual e injusto.

  • Cassiano Eduardo Pinto - 21/12/2016

    Verdades universais para a vida, e não apenas para a pecuária ou seu negócio.
    Grande 2017 a todos, paz e luz em nossos caminhos sempre.

  • Cristina Rio - 22/12/2016

    Gostaria de lhe dar parabéns por não ter desistido de escrever todos os dias… Por ter acreditado e por compartilhar de forma despretensiosa o que lhe fez bem e pode fazer bem a tantas pessoas! Compartilhar é também um ponto muito importante! Feliz Natal e feliz 2017!

  • Renato Penso - 22/12/2016

    Ótima leitura, parabéns pelas palavras e pelas dicas que nos passou. Acredito que hoje o que mais importa para todos nós é o contato com pessoas para troca de informações pensando em um futuro melhor para todos, como você tem feito através do Beef Point e do AgroTalento.

  • Paulo Siqueira - 22/12/2016

    Sempre leio seus artigos e eles me fazem pensar, uma foto causou um pensamento, estamos finalizando o sonho, o possível, o viável e realizável, sendo assim tenho a agradecer sua intensa busca do saber, sua contribuição a pecuária nacional tem sido importantíssima, obrigado por dividir seus conhecimentos de forma tão explicita, torno a dizer: obrigado, meu muito obrigado.

  • Hernandes Medrado Filho - 23/12/2016

    Miguel, poder esta em contato com você, foi o que mais me motivou em um ano muito difícil que tive que conviver e atuar com graves problemas .Sua TSUNAMI de ideias, Sacadas , positivismo, exemplos de sucesso, modificaram meu estado de espirito e devagarinho fui reagindo e voltando a FOCAR, nos meus Sonhos, no que realmente sou e quero para mim e para aqueles que me rodeiam, redescobrindo minha Missão, sem dela abrir mão mesmo sabendo das Ondas Gigantescas que terei ainda de Surfar. Olha, aos 5.8 bem vividos, completados dia 12 ultimo,cheguei até a me matricular em Uma Universidade On line, e espero não decepcionar como aluno.Acho que REENCONTREI minha TURMA. Obrigado FORTE ABRAÇO, e que DEUS continue abençoando a Você e a todos desta comunidade do Bem. FELIZ 2017

    • Miguel da Rocha Cavalcanti - 26/12/2016

      Muito obrigado Hernandes, pela confiança. Vamos que vamos!
      Bom demais ter você conosco!
      Abraços, Miguel Cavalcanti

  • Allandreazy Braz Andrade Esperança - 25/12/2016

    Acredito que muitos projetos na pecuária são mau planejados, se perde muito na execução, olhar o lado positivo é certo, mas não olhar o negativo é um erro, pois é preciso saber lidar e melhorar o lado negativo.

  • Flávio Alvares França - 26/12/2016

    Texto perfeito para esse ou qualquer outro fim de ano. Momento de auto-análise, de reflexão e de programação para um novo ano que está por vir. Parabéns e obrigado pelas palavras de incentivo. Com certeza vão ajudar a me tornar uma pessoa melhor.
    Feliz 2017.

  • Antonio Magno Garcia Ribeiro - 03/01/2017

    Fiquei muito feliz quando deparei com o texto, meus parabéns Miguel, concordo com suas posições, é de grande valia a busca de relacionamento com indivíduos de notáveis saber e com companheiros de atividades econômicas semelhantes, tudo muito importante. Mas a realidade é outra, vejamos, nós produtores que atuamos na pecuária nunca fomos unidos, pois é um segmento altamente seletivo e dominado por grupos econômicos extremamente voltado a ganancia excessiva dos lucros ou pelo excesso de vaidades no meio social. Alem da falta de união, o parco conhecimento da atividade pecuária no seu todo, nos leva a ser presa fácil no final da cadeia produtiva. Obrigado pela oportunidade de manifestar-me.

  • Renato Dias - 14/01/2017

    Sabe quando você precisa muito tomar banho, e toma um banho daqueles…
    Pois é, esse texto foi “o banho”.
    Obrigado Miguel

  • Dieferson - 17/01/2017

    Este é meu ultimo ano de graduação Miguel, e as vezes me pego meio perdido sem saber qual caminho seguir, mesmo já tendo em vista algumas áreas que gosto. Porem ainda é difícil escolher o caminho a seguir. Esse texto veio no momento certo, me fez refletir muito sobre as pessoas que estão ao meu redor, sobre a humildade em perguntar mais, e sobre mim principalmente.
    Muito obrigado pelas palavras!

  • Rafael Henrique Kerkhoff - 18/01/2017

    Parabéns Miguel, seus email’s diariamente e quero aqui lhe agradecer por isto, pois nos alertam e nos abrem os olhos para detalhes muitas vezes despercebidos.
    Abraço.

Os comentários estão encerrados.


ou utilize o Facebook para comentar