ABIEC vai ao Irã em missão para ampliar exportações de carne bovina

Com o objetivo de reforçar as relações comerciais entre Brasil e Irã, ampliando oportunidades de exportação da carne bovina brasileira e atraindo investimentos iranianos para a pecuária nacional, a ABIEC (Associação Brasileira da Indústria Exportadora de Carne) integrou comitiva oficial e participou de evento realizado em Teerã na noite desta terça-feira, 12 de setembro.

A ação reuniu mais de 250 pessoas, entre elas autoridades governamentais dos dois países, como o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Eumar Novacki; o embaixador do Brasil no Irã, Rodrigo de Azeredo Santos; e o vice-ministro da Indústria, Minas e Comércio e presidente da Organização de Promoção do Comércio do Irã, Mojtaba Khosrowtaj.

Também estiveram no evento investidores estrangeiros e produtores brasileiros. A ABIEC aproveitou a oportunidade para oferecer um churrasco, no qual os convidados puderam degustar cortes especiais de carne bovina do Brasil.

A programação da comitiva brasileira no Irã ainda contou com uma rodada de negócios com a participação de representantes brasileiros do setor agropecuário, que apresentaram seus portfólios de produtos e projetos para a captação de investimentos a potenciais compradores e investidores iranianos.

Exportações para o Irã

Quinto colocado no ranking das exportações de carne bovina brasileira (no quesito faturamento), o Irã importou mais de US$ 305 milhões entre janeiro e agosto deste ano.

Desde 1998, quando foram iniciadas as exportações de carne bovina brasileira para o país, o Irã aumentou consideravelmente o volume importado, saindo de 5.234 toneladas naquele ano para as atuais 75.242 importadas entre janeiro e agosto de 2017.

A expectativa da ABIEC é que o total exportado para os iranianos neste ano seja em torno de 112 mil toneladas, o que representa um aumento de 17% em volume e 22% em faturamento, na comparação com o total exportado em 2016.

Fonte: Abiec, adaptada pela Equipe BeefPoint.

Deixe seu comentário

Todos os campos são obrigatórios


ou utilize o Facebook para comentar